Vitrectomia Posterior

Geralmente ela é referida como Vitrectomia Pars Plana. Nos últimos anos esta técnica cirurgica passou por extreme avanço e ultimamente tem sido amplamente usada para tratamento de certos tipos de descolamento de retina e outras doenças de retina. Esta técnica consiste na realização de pequenas incisões na parede anterior do olho para a introdução de instrumentos dentro do olho.
O primeiro passo da cirurgia é a remoção do vítreo de dentro do olho com um instrumento que corta o vítreo e o aspira ao mesmo tempo. Após dependendo do tipo e a causa do descolamento ou da cirurgia em questão, vários outros instrumentos são introduzidos como (tesoura, pinça, laser, e etc) e procedimentos outros são realizados como: excisão de tração, troca fluido-gasosa, injeção de óleo de silicone dentro do olho, e etc.
Todos os procedimentos acima são usados a critério do cirurgião com o objetivo de facilitar e potencializar a reaplicação da retina. Neste tipo de cirurgia é importante a manutenção da posição da cabeça conforme solicitação do médico para ajudar no melhor resultado cirúrgico.

Vitrectomia

Vitrectomia

Figura 4. Ilustração da complexa técnica de vitrectomia posterior, na qual instrumentos são colocados dentro do olho e manipulados para melhor resolução da doença apresentada pelo paciente.