Buraco Macular ou Buraco de Mácula

Buraco macular é uma doença em que um “buraco se desenvolve no centro da visão, levando a perda visual”, explica o Prof. Dr. Rony C. Preti, especialista da USP.

Para entender melhor a doença, dentro do olho temos a retina e nesta uma região central denominada de mácula, que pela característica das células que a compõe, é responsável pela visão de detalhes e cores, ver anatomia.

Qual a causa do Buraco Macular ou Buraco de Mácula?

A causa exata da formação deste ainda não é exatamente compreendida, contudo existem algumas teorias. A principal delas seria as forças tracionais exercidas pelo vítreo. O vítreo é o componente “gelatinoso” que se encontra dentro do olho.

Existem outras causas de desenvolvimento de buraco de mácula como aqueles relacionados a alta miopia, a trauma ocular contuso e a exposição solar acentuada.

Se o paciente apresentar buraco de mácula em somente um dos olhos geralmente ele não vai queixar-se da presença da doença até que ocorra diminuição importante da visão, contudo se a presença do buraco for bilateral as queixas serão precoces.

O que o paciente sente quando tem Buraco macular?

Entre os sintomas relatados estão a perda de visão de longe, dificuldade de leitura e mancha acinzentada na região central da visão. Alguns indivíduos relatam distorção da imagem.

Contudo, na grande maioria das vezes, o diagnóstico é realizado em um exame de rotina de troca de óculos e o paciente nem tinha notado a diminuição da visão. Fotos do fundo de olho da doença, ver fig.1, abaixo.

Fig. 1. Ilustração do Buraco de Mácula no fundo do olho

Fig. 1. Ilustração do Buraco de Mácula no fundo do olho

Quais os exames utilizados para o diagnóstico do Buraco macular?

Os exames que auxiliam no diagnóstico e tratamento da doença são

buraco macular

O exame de OCT é importante também para avaliar se há presença de membrana epirretiniana associada, pois se esta membrana estiver presente, a chance de fechar o buraco de mácula piora e a cirurgia pode ter sua técnica alterada.

O vídeo abaixo mostra como o Buraco de Mácula é diagnosticado pela tomografia de coerência óptica, além do aspecto do fechamento após a cirurgia de vitrectomia posterior. Neste caso a paciente melhorou a visão de 30% para 80%!

 

Qual o tratamento para Buraco macular?

O tratamento desta doença consiste na realização de uma cirurgia denominada de Vitrectomia Pars Plana ou posterior com introdução de um gás especial dentro do olho, tudo isto com o intuito de aliviar as forças tracionais, que estão sendo exercidas sobre a mácula, para assim termos o fechamento do buraco macular.

Importante é que quanto mais rápido operar maior será a recuperação da visão. Geralmente, pacientes operados com menos de 6 meses de história tem maior chance de recuperar a visão.

O gás tende a permanecer dentro do olho por 2 semanas a 2 meses a depender do tipo do gás que foi utilizado.

Quanto tempo leva para recuperar a visão?

A recuperação visual geralmente leva de 1 a 3 meses. Além do gás, pode ser usado também o óleo de silicone.

Com o fechamento do buraco de mácula o paciente tende a melhorar a visão, tendo a chance de voltar a ter uma visão normal, a depender da rapidez da realização da cirurgia depois da descoberta da doença. Abaixo a foto do intrao-peratório de uma cirurgia de correção do buraco de mácula.

Buraco-macular-2-dr-Rony-Preti

Buraco Macular

O que acontece se não operar o Buraco Macular?

Caso seja tomada a decisão de não operar o buraco macular, o paciente tende a evoluir com piora da visão progressivamente.

Quais as complicações da cirurgia?

As complicações inerentes desta cirurgia são catarata para quem não tenha ainda operado desta, infecção, descolamento de retina e sangramento. Quando ocorrer o descolamento de retina, este deve ser operado o mais rápido possível.

“Doutor, dizem que será colocado um gás dentro do olho, é verdade?”

Sim, o gás ajuda no fechamento do buraco de mácula e o paciente deve ficar em posição olhando para baixo por 3-5 dias. Importante dizer que fica proibido viajar de avião ou mudar para altitudes maiores, pois o gás pode expandir e aumentar a pressão do olho causando complicações sérias como até a cegueira.

Estudos publicados sobre buraco de mácula com a participação do Prof. Rony.

O primeiro da lista, e mais recente, é sobre o entendimento do aparecimento do buraco de mácula, o segundo sobre uma técnica para tratamento de buraco de mácula que não fechou com a primeira cirurgia e o, terceiro, sobre o efeito do laser no tratamento de buracos que surgiram após outras cirurgias de mácula.

  1. Hyperreflective Stress Lines and Macular Holes. Scharf JM, Hilely A, Rony Carlos Preti, Grondin C, Chehaibou I, Greaves G, Tran K, Wang D, Ip MS, Hubschman JP, Gaudric A, Sarraf D.Invest Ophthalmol Vis Sci. 2020 Apr 9;61(4):50.
  2. Autologous Internal Limiting Membrane Fragment Transplantation for Large, Chronic, and Refractory Macular Holes. De Novelli FJ, Rony Carlos Preti, Ribeiro Monteiro ML, Pelayes DE, Junqueira Nóbrega M, Takahashi WY.Ophthalmic Res. 2015;55(1):45-52
  3. EFFECT OF LASER PHOTOCOAGULATION ON MACULAR EDEMA ASSOCIATED WITH MACULAR HOLES. Francone A, Essilfie J, Sarraf D, Rony Carlos Preti, Monteiro MLR, Hubschman JP.Retin Cases Brief Rep. 2019 Sep 10

O vídeo abaixo é de uma cirurgia de vitrectomia posterior para buraco macular em que é realizado a remoção de uma membrana que prejudica o fechamento do buraco macular.