Introflexão Escleral

A cirurgia de introflexao escleral ainda é amplamente utilizada nos dias de hoje ou de forma isolada ou associada a vitrectomia posterior. Esta cirurgia tem a finalidade de se suturar ao redor do olho um segmento composto de silicone a fim de que ele bloqueie todas as roturas que geraram o descolamento de retina. Este elemento introflexor tem a finalidade de modificar os vetores de força do interior do olho e assim propiciar com que a retina retorne na sua posição habitual e “cole”.

Figura 1. Ilustração de uma olho com a retina descolada antes e após a cirurgia de introflexão escleral, mostrando que a retina “colou” após a cirurgia.

Introflexão-Escleral-fig1

Introflexão-Escleral / Antes e Depois

Introflexão-Escleral-fig2

Introflexão-Escleral

Figura 2. Ilustração mostra que o elemento introflexor fica bem abaixo da rotura de retina com a finalidade de bloqueá-la.